sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

As duas numa de mimo ♥

Alguns dos hábitos da Maria, enquanto bebé, mantêm-se ainda aos dois anos, vinte e sete meses para ser precisa. Bebe o biberão de leite antes de deitar; adormece no carro e em determinadas noites decide acordar mais do que uma vez. Bastou uma semana com febre, tosse e vómitos à mistura, para reforçar as doses de mimo. Saltar para a cama da mãe e... adormecer ao colo. A sesta de hoje começou no carro. Do carro, para a cama. Menos de uma hora na cama e o intercomunicador começa a música do costume "Mamãaaaa" mas melodiosamente acompanhada de um choro que se percebe que ainda é de sono. Da cama e do quarto, para o colo, no escritório. E já lá vão duas horas e meia e um braço dormente; e uma mão cansada de teclar sozinha


E eu questiono-me muitas vezes se não serei demasiado permissiva. Se por um lado se fala tanto da importância das regras, porque é que eu pontualmente me esqueço delas. Para depois ficar a cismar no "e assim estraguei tudo. Ela que até já estava habituada a..."
Mas também penso muitas vezes no facto de daqui a pouco tempo (e é mesmo pouco tempo porque no que respeita ao crescimento das crianças somos unânimes em dizer que "o tempo voa"), a Maria dispensar adormecer assim e eu  recordar o bom que foi adormecê-la assim, sem ousar lamentar não o ter feito no momento certo. 
E se há dias que me preocupa o tempo que estou a dar colo porque tenho mil coisas para fazer, hoje não é um desses dias. Hoje algo me dizia que a tarde seria assim, de mimo. ♥ 

9 comentários:

  1. Mais importante do que as regras constantes é o nosso instinto maternal. Eu também não adormeço a minha filha sempre ao colo, mas às vezes é preciso, principalmente quando ela está murchinha como é o caso da Maria.
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. nomeei este blog para o Liebster Award, saiba mais aqui: http://www.lajoiedevivrebyclaudia.blogspot.co.uk/2013/02/liebster-award-ii.html

    Beijinho e continuação de um bom trabalho! :)

    ResponderEliminar
  3. Minha doce a F. poucas e raras as vezes adormeceu ao meu colo, sempre senti alguma tristeza por isso, desde bebé que dormia na caminha dela, hoje sinto que sou uma mamã mais feliz porque adora adormecer no meu colinho, não são muitas a s vezes que isso acontece mas eu adoro, mesmo que digam que não é o melhor, paciência, nem sempre nem nunca! Ficamos as duas mais felizes!!!
    Um beijinho grande

    ResponderEliminar
  4. Nomeei este blog para o Liebster Award. Vê mais aqui: http://masquesupimpa.blogspot.pt/2013/02/liebster-award.html
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Passa mesmo, mesmo muito depressa e não compromete em nada o bom desenvolvimento nem a aquisição de regras. Todo o o mimo do mundo é bem-vindo, nestas como em outras horas semelhantes. É securizante e estruturante. O que abala as regras não é o mimo, mas a confusão de papéis.
    Dentro de muito pouco tempo, como bem dizes, a Maria dispensará "este" colo- por aquisição própria de desejo de independência, ainda para mais, sendo rapariga.
    Virão depois outros "discos pedidos", ao sabor do seu crescimento :)

    E mãe que é mãe, aprende a fazer rigorosamente tudo com uma só mão, não é? :)

    Beijinho grande!
    M.

    ResponderEliminar
  6. Também me debato com essas dúvidas, mas quando ela está murchinha (e noutras ocasiões também claro) sempre lhe dei todo o colo que ela quer. E agora com 4 anos, já tenho saudades de quando ela me cabia no colo e estávamos tempos infinitos a sentir a respiração uma da outra.
    Adoro dar-lhe colo e aproveito cada momento que ela ainda me permite. Sim, porque já começa a dizer que é "uma menina" e não um bebé ;)
    Quem não gosta de mimo?
    Bjs
    PS: acho que todas as mães conseguem fazer mil e uma coisas só com uma mão enquanto a outra segura nas crias ;)

    ResponderEliminar
  7. Olá mamã,
    nomeei o teu blogue para o Liebster Award. Espreita aqui:
    http://lepetitfamille.blogspot.pt/2013/02/liebster-award.html

    ResponderEliminar
  8. Olá mamã,
    andava a navegar por estes lados e deparei-me com este post e como tantas vezes sinto o mesmo que tu. Sou mãe há quase 5 meses e até agora sempre tentei manter regras com a minha princesa, mas é tão difícil por vezes não lhe dar mimo....e é tão bom enche-la de mimos até não puder mais...não há coisa melhor no mundo =)
    beijinho

    ResponderEliminar