quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Para amanhã não sei

A essência deste feriado custa-me. Sempre me custou. Há já uma boa meia dúzia de anos que não ponho os pés no(s) cemitério(s). Tenho para mim que as visitas a este local de culto são bem mais viáveis e sinceras em dias menos frequentados. Curiosamente este ano estou com vontade de dar lá um saltinho. Só se não chover, o que por sinal é muito raro neste dia. E a acontecer será mais ou menos nestes moldes Em nome do Pai e um beijinho a uma tia avó que não vejo desde o ano passado; do Filho e outro beijinho ao marido da tia avó; do Espírito Santo e eis que alguém se lembra de perguntar "Então, para quando um irmão para a Maria?!" Amén e vamos embora preparar os enfeites de Natal porque por esta altura as conversas resumem-se às flores raras da campa X, ao arranjo floral caríssimo, da campa Y e quem a viu e quem a vê e não sei quem já anda de cor e ainda lhe faleceu não sei quem há menos de meio ano e olha aquela que magra e olha aquelas botas, este ano é o forte. 
Ou isto ou ficar todo o Santo dia em casa, em modDolce Far Niente. Ah, e correr também não seria má ideia.
Agora toca lá vestir algo decente, pôr um big laço na cabeça da pequena M e proporcionar-lhe mais um momento de diversão, no aniversário da pequena L. Enquanto isto, pai e tio vão-se divertir por aqui.


terça-feira, 30 de outubro de 2012

KEEP CALM AND EAT CHEETOS

Já vos falei da minha aptidão estúpida para comer asneira quando estou aborrecida?! Bem às escondidas, [ai de mim se dava disto à minha filha. Estou aborrecida mas não estou doida] enfardei um pacote de cheetos com cerca de 130g, o que corresponde mais ou menos a 700Kcal e não sei quanta gordura e peso na consciência. O mais ridículo ainda é que nem gosto disto assim, desta forma gulosa de comer como se fosse o melhor dos pitéus.  
De maneiras que hoje é melhor não se chegarem perto, não falarem, pedirem opiniões ou até telefonarem. Que ninguém se chegue para desafiar e muito menos contrariar. Não estive presa no trânsito, não choveu o dia todo nem tenho a boneca doente.
Comprei um disco externo. Li as características do mesmo, pedi ajuda a um funcionário e reli novamente as características, de maneira a assegurar a compatibilidade com Macbook. Estava fascinada com a possibilidade de guardar aqui todas as minhas recordações fotográficas. O medo de as perder é tanto que além de as ter no computador, o qual vai gemendo dia após dia com falta de espaço, guardo-as ainda num outro disco externo, mas que além de fotos tem mais ficheiros, nomeadamente de trabalho. Sendo assim, a nova aquisição diz-se não poder ser alterada a cada tentativa que faço de enviar para lá uma foto, uma única foto. O marido disse (e muito bem) quase em jeito de ralhete que devia ter falado com ele primeiro. É verdade, afinal eu que até tenho um génio de informática cá em casa decidi que também era suficientemente esperta para me aventurar às tecnologias e fiz asneira. Vá lá que também comprei cd's. Parece que já adivinhava. Ao menos estes continuam simples e eficientes.
A ver se amanhã retomamos a boa disposição e os bons hábitos. Boa noite!


O antes e depois de um brinquedo especial

Está mais do que visto que este cavalinho de madeira apaixonou grandes e pequenos. Apaixonou-me a mim logo que o vi, apaixonou a minha tia que há muito tinha na cabeça este presente para a Maria, foi apaixonando cada criança ao longo da festa de aniversário e tem apaixonado muitos dos que por aqui passam. Certo é que o original é em madeira natural. Com uma boa dose de paciência, gosto e jeito para a coisa fica assim, bonito e encantador.



Obrigada ao tio I que está sempre pronto a ajudar nestas coisas. Ou não tivesse tido sucesso na primeira pintura cá de casa. E obrigada à tia F que ofereceu.
E é precisamente com este cavalinho que inauguramos a época natalícia. Na imagem vêem-se dois. Um deles é já um presente de Natal!

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Um dia depois ♥

Sábado foi um dia muito especial. Tão especial que todos aproveitaram ao máximo, incluindo a pequena Maria. Ou não fosse ela a estrela da festa. Eram quase duas horas da manhã quando se rendeu ao sono, o qual durou até ao meio dia de domingo. Já os pais tinham acordado, tomado o pequeno almoço e visto um filme. Coisa rara!
A Maria acordou super bem disposta e a resumir, com o ar mais feliz, a sua festa de aniversário. Eu própria, ainda agora revivo cada momento da festa. Correu lindamente e valeu a pena todo o esforço e dedicação que envolveu a preparação deste dia. Recordo cada segundo do momento em que cantámos os «parabéns a você». A Maria irradiava felicidade, os seus olhos brilhavam e iluminavam cada olhar à sua volta. Ela batia palmas, dava pequenos saltinhos ao meu colo e entoava de uma forma absolutamente contagiante todos os que fizeram questão de nos fazer companhia, num dia tão especial.


O cavalinho de madeira by artiwood e descoberto aqui. Oferta da tia F e pintado pelo tio I. A Maria a-do-rou!



O vestido Little Angels


Sapatos Nanos

Collants Cóndor - El Corte Inglês


Colar Necklaces 
Obrigada, C. Nem sabes como foi agradável abrir a caixa de correio. A Maria sempre que lá vai diz "Prenda para a Maria" ou "Carta para o papá"...




A todos os que tornaram este dia ainda mais especial, obrigada.



Aos meus pais,

 pela dedicação extra, pelo esforço inquantificável e pelo apoio incondicional, a cada segundo da minha vida, o meu muito obrigada.      




sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Obrigada!

Em primeiro lugar, um agradecimento especial a todas as felicitações. O nosso dia foi um dia normal, embora com uma sensação especial. A Maria esteve com os avós, os padrinhos e com mais algumas pessoas e falou ainda com outras por telefone. O papá saiu para trabalhar a Maria ainda dormia e quando chegou já ela estava de roupão, de maneira que a possibilidade de se jantar fora saiu de cena mal decidi dar a sopa e o banho. À semelhança do ano anterior, o jantar foi apenas a três. Pai, mãe e filhota linda! Pedimos comida e ofereceram-nos brigadeiros para sobremesa. Foi precisamente num brigadeiro que colocamos a vela. E num cantar de parabéns a você super giro, cujas vozes se distinguiam perfeitamente, por serem apenas três, brincámos durante largos minutos. A vela, teimosa, deixava a Maria radiante com a possibilidade de soprar mais uma vez. Um serão animado just in family. A comemoração mais alargada será amanhã. O friozinho na barriga já começou. Esperamos aproximadamente cinquenta pessoas e uma boa dúzia de crianças. Desejem-me sorte!






quinta-feira, 25 de outubro de 2012

PARABÉNS, MEU AMOR ♥ ♥



Primeira semana



E assim se passaram DOIS anos. 
Talvez os melhores DOIS da minha vida.
DOIS anos de certezas, paixões e recordações.
DOIS anos de permanente  aprendizagem,
de memórias fantásticas
e de um AMOR sem medida...



 Maria (e uns dias)


Da primeira hora à primeira semana





10 meses 

O meu maior desejo, neste dia tão especial. Que continues com o teu sorriso conquistador, com essa alegria e energia contagiantes. Que sejas feliz e faças felizes, todos os que te rodeiam.


5 de Outubro de 2012


Comigo perto. SEMPRE 

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

5*

Sensacional, maravilhoso, extraordinário, fantástico. Relaxante, terapêutico, reconfortante, apaziguador. Divinal. O céu existe e fica aqui. Dos deuses! Uma hora e meia nas mãos de um verdadeiro anjo.



Obrigada, J. Parabéns, L.

Faz hoje DOIS anos!


Faz hoje DOIS anos era domingo.[e véspera de ir para a maternidadeTirei esta foto ainda de manhã. Publiquei-a na minha página pessoal do facebook, dizendo "See you tomorrow", informando todos os meus amigos que tinha chegado finalmente o grande dia.
Vi e revi as malas mil e uma vezes. Da Maria, do pai e a minha. Mas especialmente a dela. Senti, pela primeira vez em toda a gravidez,  receio de não saber interpretar cada choro, de não saber acalmar as cólicas e algum nervoso miudinho em relação à amamentação.
Disse repetidamente ao meu marido "Estou tão feliz!". 
Preparava-me  para receber a minha primeira filha e percebi que era mesmo isto que eu queria. 


Ah e acima de tudo estava tão calma. Passados DOIS anos ainda não consigo perceber onde fui buscar tanta serenidade.


[A Maria nasceu no dia seguinte, segunda-feira, dia 25 de Outubro de 2010, às 16.44]


terça-feira, 23 de outubro de 2012

Mudanças [numa semana muito especial]

A dois dias de fazer DOIS anos fomos à consulta de Pediatria. Está tudo bem com a pequena Maria, cresceu bastante, engordou também, mas segundo a senhora doutora não tenho que ter receio em dar quando ela pede. Estava receosa que me mandasse pôr um travão naquela boquinha-mai-linda que come-que-sa-farta, mas afinal ainda não é preciso. Mais algumas considerações normais e habituais. A grande mudança e bem séria e que implica um tpc por parte da sua querida mãe é... vá, adivinhem lá... eu sabia que mais tarde ou mais cedo isto ia acontecer. Dizer adeus à chupeta e às fraldas. Agora é a sério. [Sinto que a chupeta vai-me custar mais a mim do que a ela]


[sem stress]


Momentos antes da saída para a consulta


Aproveitando o sol, neste Outono que em muito lhe pertence

Algo de que tenho muitas saudades [numa semana muito especial]


A todas as grávidas: aproveitem, gozem e tirem o maior partido deste estado que é mais do que mágico. É inconfundível, é lindo, é  maravilhoso e deixa imensas saudades.  



A dois dias da Maria fazer DOIS anos, hoje temos consulta de pediatria. 




Eu: Maria, hoje vamos ver a senhora doutora. Vais-te portar bem, não vais?

Maria: Vais vais!

[Dito desta forma parece-me um pouco irónico, mas tenho para mim que foi uma resposta séria.]



segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Chapéu [numa semana muito especial]

Quem diria. Ainda esta manhã chovia torrencialmente, já eu imaginava um programa indoor para menina-mãe e menina-filha à base de uma boa sesta e com scones quentinhos para o lanche, quando de repente o céu fica bem azulinho e o sol sorri. De maneiras que a tarde foi passada no exterior e foi mesmo preciso ir buscar o chapéu. Esteve um lindo sol e para minha surpresa, muito calor. 
Enquanto estendi roupa no exterior, coisa rara às 16h00 em Outubro, menina-filha matou saudades ao brincar com o que não deve os vasos da mãe e encher as unhas de terra.  





[Preferi não fotografar as plantas fora dos vasos e a terra espalhada pelo chão. As sapatilhas a marcarem o terraço, a cada passo seu,  e as unhas cobertas de terra. Enfim... tudo vale para a ver feliz]


Segunda feira [numa semana muito especial]

E assim começou a nossa segunda-feira, com o carteiro a dar-nos os bons dias. 
Adoro receber correspondência. Cartas, convites, newsletters, presentes então! 


[TVcabo; Gás; Água e EDP dispensava, mas só por acaso são as mais recebidas]




Cá está. Um conjunto de produtos Johnson´s baby, resultado de um passatempo promovido pela revista Pais & Filhos. Confesso que sempre fui fiel à Uriage, mas de momento estou ansiosa por experimentar esta nova gama da Johnson's.  


É esta semana que a princesa-mai-linda-de-sua-mãe faz 2 aninhos. I'm in love  com  tudo  o que resta para a festança.



Boa semana. 

domingo, 21 de outubro de 2012

Bem, por esta não esperava eu


Há roupas da Maria que eu me recuso guardar de vez. Ou porque gosto muito ou porque tenho um feeling que ainda vão ser novamente usadas. Mas de um inverno para outro é que eu não esperava. Este vestido Knot foi comprado em Novembro/Dezembro (não me recordo bem) do ano passado. A M vestia o tamanho 18m. E passado um ano ainda serve.


Hoje, domingo, 21 de Outubro de 2012

Tshirt de manga comprida - Maria do Laço
Collants - Calzedonia
Botas - Jacadi


A grande vantagem é de não ter manga, penso eu. Mas, verdade seja dita há para ali outro vestido guardado, da mesma altura, de manga comprida - Petit Patapon - e que também será posto à prova muito em breve.



Numa ida ao cabeleireiro, Janeiro de 2012

Body de gola - Knot
Casaco de malha - Knot

O casaco também é capaz de servir. Ainda não experimentei. Mas há um ano atrás comprei o tamanho 24m. Actualmente já compro o 36m. A ver vamos!

Bom domingo!

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Maria Prada!


Um fenómeno só pode. Esta miúda é apaixonada por malas. Deu a entender isso, a todos à sua volta, ainda nem dentes tinha e hoje vê-se que a paixão veio para ficar. Há dias em que não consegue escolher e decide que o melhor mesmo é usá-las todas ao mesmo tempo.


A mochila da Kitty, oferecida pela avó M.


A mala brancaredonda e com flores, oferecida por uma tia avó.


O coelhinho de pêlo (GAP), recordação de Londres, dos papás.



A carteira em corda, com a boneca, oferecida por uma amiga da avó M, ainda a Maria não tinha nascido.


A carteira transparente (Petit Patapon), oferta na compra de um fato de banho.


A carteira da Minnie, oferta da mamã, num passeio pelo shopping, na loja da Disney.


Encantada com as suas carteiras...


E convencida de que ainda cabem muitas mais!

Se um dia me virem com uma Prada ou uma Louis Vuitton, fanei-a à minha filha! 

[Oferta do papá, quiça!]


quinta-feira, 18 de outubro de 2012

O mais importante

Ontem quando me deitei, ainda sem sono, troquei a luz do candeeiro pelo escuro da noite, a leitura de um livro pelo barulho da chuva. E dei tanto valor ao facto de ter uma família fantástica, um marido e uma filha maravilhosos, uma casa adorável, amigos, saúde e amor. Está oficialmente aberta a minha lista de presentes de Natal. Tudo o que referi anteriormente. 





 [Thanks God ]

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

De baú

O nascimento da Maria permitiu-me exibir, com orgulho, coisas destas.


Esta medalha da Tous é ideal para quem tem um casal, ou não tivesse uma menina e um menino. Mas gostei especialmente do «mama», «mamma», «mutti», e «mom»
E esta foi a primeira. Quando o marido me ofereceu delirei por completo. Devo ter andado meio ano seguido com ela. 



Uma pulseira com um significado duplamente especial. A minha mãe ofereceu-ma e fez questão de a completar, praticamente sozinha. Cada peça tem o seu significado e todas juntas simbolizam o nascimento da Maria (Outubro, menina, chupeta, carrinho de bebé, o anjinho guarda...). 

Esta é a aquisição mais recente. Não a tiro um único segundo. De paixão.

Todas já tiveram o seu momento. Actualmente, dependendo dos dias e da minha disposição ainda as vou usando. E exercem uma influência extremamente positiva no meu estado de espírito. Vai-se lá saber porquê. É um orgulho inofensivo. Uma vaidade desmedida e uma alegria permanente. Mais do que bonito é importante. Um dia tudo isto valerá ouro.