terça-feira, 2 de outubro de 2012

Brincos

Durante a manhã, enquanto eu me aprontava

M - Mamã qué ito?
Eu - São os brincos da mamã.
M - A Maria quer.


E agora? 
Confesso que já tive mais vontade. A Maria ainda estava na barriga já eu a imaginava de brincos. Actualmente não me vejo tão motivada. Receio que corra mal por algum motivo. Receio que possa infectar. Receio que cause dor ao ponto dela rejeitar os brincos e então de nada valeu o sacrifício. Mas foi ela que pediu... Ahahah Brincadeirinha! Acho que ainda não chegou o momento certo. Vou aguardar mais um tempo. Talvez um dia destes acorde e... pimbas, a Maria chega à noite com uma Kitty nas orelhas (medooo).

10 comentários:

  1. Furei à Gigi quando ela tinha 9 meses!
    Hoje em dia, põem uma pomada anestesiante para não lhes doer o furo. Com ela correu lindamente! E só lhe compro brincos na farmácia porque são antialérgicos. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também já ouvi falar do anestesiante (spray, pomada).
      Não sabia da existência dos brincos antialérgicos à venda nas farmácias. Boa!
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Sabes querida penso que quanto mais tarde pior, se for essa a tua vontade em furar as orelhinhas da M. claro, é uma momento rápido e há alguns sitios que colocam os pensos emla que ajudam a adormecer um pouco a orelha! A F. furou aos oito meses e foi muito pacifico!

    beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, deves ter razão, quanto mais tarde pior. O que está a acontecer comigo é que como deixei passar a fase de "bebé" agora está a custar-me. [É isso e o batizado. Acho que agora é de vez, só a batizo quando tiver outro filho. Desta forma dou mais significado ao momento e rentabilizo gastos!]
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Eu só vou com ela quando ela for maior e quiser. Não quero impor nada pois, se doer, ela vai olhar para mim com aquele olhar "porque é que deixas que me magoem?" A minha mãe só me levou a furar as orelhas já eu era crescidita e saí de lá num pranto. A primeira ainda fui enganada mas a outra... tiveram que me sentar no balcão e não foi bonito!
    Vou esperar.
    Bjitos

    ResponderEliminar
  4. A minha sogra queria que eu já tivesse furado á minha princesa,ela tem 10 meses e não o vou fazer também tenho medo para dizer a verdade acho que não o vou fazer até á 1º comunhão lol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa ideia, aguardar pela comunhão. Por acaso não tenho ninguém a "stressar". Por um lado sei que a minha mãe gostava porque também furou as minhas ainda era bebé; por outro lado sei que a minha sogra não é apologista (talvez por ter tido 3 rapazes). Eu sempre quis furar à Maria e estou certa de que um dia o farei, mas por agora estou numa de "aguardar". Beijinhos

      Eliminar
  5. Olá,

    Eu furei as minhas quando pedi à minha mãe para furar - tinha 11 ou 12 anos. A responsabilidade foi minha, os medos eram meus, a dor do momento foi minha mas ninguém ma impôs. Acho que a minha mãe fez muito bem em deixar isso nas minhas mãos, e é assim que tenciono também fazer com as minhas filhotas. Até porque é uma zona sensível, e já ouvi de uma enfermeira que se alguma coisa corre mal é difícil de tratar por ser apenas cartilagem...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma ideia, aguardar que ela peça. A ver vamos se tenho paciência para aguardar. É que nem me tenho lembrado, mas por vezes observo noutras crianças e fico com o bichinho.
      Beijinhos

      Eliminar